Diante do mar

2017

Múltiplo: placas indicativas de acrílico

Dimensões: 20 x 40 cm

Tipografia: Glacial Indifference

Tiragem: 10 exemplares

Durante a leitura de um fragmento do poema Diante do mar, de Cruz e Sousa, encontro outra espécie de silêncio – Vi tudo nublado, tudo, / Céus e mares e horizontes; / E sobre a linha dos montes / Cair o silêncio mudo. Um silêncio impenetrável, que pausa, escuta e precipita em modo de espera.

diantedomar_silênciomudo

 

 

 

 

 

 

• Trabalho apresentado na exposição DIZER E VER CRUZ E SOUSA, Museu Histórico de Santa Catarina – MHSC, Florianópolis.        

 

Diante do mar, 2017 | 2017 | ___________, outras escritas e escutas, outros brancos, outros ruídos, listas e coleções, projeto Assonâncias de silêncios